Natais

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009


O Natal de há alguns anos atrás é tão diferente dos nossos Natais mais recentes...

O nosso presépio era feito com musgo que íamos buscar ao mato...Hoje em dia é feito com musgo artificial, até porque já não havia no mato musgo que decorasse todo o presépio...até porque no "mato" está agora construída uma urbanização...Mas, é feito com as mesmas velhas e lascadas peças e a ternura e sentimento encontra-se em cada uma delas...

Na noite de Natal eramos só os 3: eu, o meu "papi" e a minha "mami"...Ali, aconchegados na nossa casinha, em harmonia e com muito sossego: a nossa pequena família :-) Era muito especial o meu pai estar junto a nós ao serão, porque trabalhando na indústria hoteleira quase nunca podiamos jantar juntos...Hoje o n.º de "convivas" vai variando de ano para ano...temos sempre a mesa cheia de rostos risonhos e a calma de outrora deu lugar à tagarelice e animação...

A ceia de Natal era aleatória....não havia prato definido...eramos uns anarquistas...ehehehe!...Hoje fazemos questão de comer sempre o bacalhau com couves, antecedido de vários pitéus...Mas as filhozes, sonhos, rabanadas, polvo frito e azevias...essas nunca faltaram, nem no passado nem no presente!

Para mim a hora dos presentes tinha uma importancia extrema: não fui habituada a receber presentes ao desbarato durante todo o ano, não só porque viviamos com poucas posses, mas também porque os meus pais não cediam facilmente aos meus caprichos ( e ainda bem que assim o fizeram...o Natal e os meus Aniversários tinham um magia especial, que nunca teriam se eu fosse excessivamente mimada durante o ano todo)...Hoje a euforia dos presente deu lugar á euforia de ter a familia toda reunida em ambiente de festa...Soa a cliché mas é bem verdade, mais do que os embrulhos do "Pai Natal" ( que simplesmente adoro, tanto dar como receber!e embrulhar!) hoje em dia dou um valor desmedido a este serão que passamos juntos que se prolonga por todo o dia 25 :-)

Dantes víamos TV e depois da meia-noite visitavamos familiares que viviam no mesmo bairro.
Hoje jogamos jogos de familia.

Dantes tinha chocolates no pinheiro de Natal (natural e "oferecido" pela mata do Guincho)
Hoje temos bombons e brigadeiros na mesa.

Dantes comia bolo-Rei com brinde e fava.
Hoje como Bolo Rainha.

Dantes mandava postais de Natal pelos correios
Hoje mando postais electrónicos...E...de Natal (aqueles de papel, pelos correios...(eheheh)

Dantes sentia que essa Noite era mágica porque representava a vinda de Jesus ao Mundo...sentia que algo de especial unia todo o universo...sentia-me em sintonia e harmonia com todos...


Hoje também.
O essencial do Natal de ontem e de hoje permanece igual.
Guardo-o no meu coração.
Que os Natais de amanhã sejam igualmente abençoados....




2 zum-zun(s):

Branquinha Says:
23 de dezembro de 2009 às 18:13

Bom Natal Framboesa ;)

Sandra Says:
24 de dezembro de 2009 às 09:55

Um Feliz e Santo Natal para ti e para td a tua família.

Beijinhos minha querida amiga
hohoho