11 Ponto de Situação do Grito da Framboesa-Dia 5

sexta-feira, 28 de março de 2008

*


Ao fim de 5 dias:

-Tenho posto a roupinha toda de véspera, o que me poupa muita arreliação de manhã (que como toda a gente sabe, a arreliação de manhã vale a dobrar...a menos que seja uma arreliação de não se saber que sapatos levar no avião para a viagem ás Maldivas...mas também é arreliação que nunca tive, por isso fico-me mesmo pelas arreliações de manhã)

-Tenho anotado coisas no filofax e consultado/cumprido o dito...finalmente fui á lavandaria e ao sapateiro...estava ver que mais rapidamente comprava umas botas novas do que me dava ao trabalho de ir ao sapateiro por as capas nas que eu tenho...que até são novas... ( esta-me cá a parecer que ando a inventar coisas para fazer só para poder afirmar que estou a cumprir...o que é certo é que o meu filofax nunca esteve tão escarafunchado)

-Ando a destralhar a casa aos pouquinhos(inhos) e com a calma e paciência possíveis ( ou seja com um sorriso nos lábios e com um grande "bahhhhh" a martelar-me a cabeça)

-Tenho feito as tarefas chatas quando chego ao trabalho (...nesta incumbência nem o sorriso me vale porque simplesmente não consigo erguer os cantos da boca...)

-Tenho feito apenas um lanche a meio da tarde e já percebi que basta-me esse lanche (...e não os 2 lanches que afinal se transformavam em dois lanches+uma fatia de não sei quê só para aconchegar+um punhado de nozes+outro punhado de nozes+...) e tenho evitado com todo o fervor, esforço e sessões de hipnotismo auto-induzido, comer alimentos da classe: "uma dentada engorda 10 kilos"

A falha...ir á caixa do pão 1200 vezes...e depois bato nas minhas mãos e digo "bad bad Girl!" e depois volto lá outra vez e já se sabe que tantas vezes vai o cântaro á fonte...que uma ou outra lá trás um naco de pão...

Agora, não sei é se segundo a tal teoria, depois dos 22 dias faço isto no piloto automático...vamos a ver...

P.S.
E não ...não comi uma única fatia do dito bolinho...clap clap clap para mim

* Planeia e Organiza: a preparação de hoje determina as conquistas de amanhã

bjs, Framboesa

9 Xô Bolo!

quinta-feira, 27 de março de 2008


Está na copa do meu local de trabalho um bolo de chocolate, daqueles fantásticos e suculentos e eu...não lhe toquei!Já tenho o bichinho a fazer-me cocegas no estômago, mas aguentei-me aqui!

Eh pah...estou tãooooo orgulhosa de mim!

( a ver se me aguento até ao fim do dia, porque depois deste post, era uma vergonhaça ainda ir lá dar uma trinca...)

Update ás 15:46:nah nah nah....não lhe toquei :-)

bjs, Framboesa

11 Ainda o cabelo

quarta-feira, 26 de março de 2008



Ontem a medo lavei o cabelo...

Toda a gente sabe que quando saímos do cabeleireiro estamos sempre bem, todos os milhares de fios de cabelo estão no sítio deles, impecáveis, perfeitos...

Depois quando lavamos o cabelo em casa pela primeira vez, depois de termos estreado um novo look:

- Ou não lavamos o cabelo em casa coisíssima nenhuma, se queremos recriar a sensação de saída do cabeleireiro, temos mesmo que retornar ao cabeleireiro (...para mim e para os meus euros estava fora de questão);

- Ou lavamos o cabelo em casa e ficamos com ar de quem tem uma esfregona na cabeça e não há secador, produto capilar, escova de brushing, ferro de esticar, escova de enrolar eléctrica, que nos valha, (sim...tenho a parafernália toda...) e questionamo-nos onde estávamos com a cabeça para mudar o visual e porque é que não levámos um bloquinho para anotar passo a passo o modo de recriar o look da véspera...

Ontem enquanto lavava a minha cabeleira, passava-me pela ideia a imagem daquelas senhoras que vão fazer uma mudança radical aos programas de tv e ficam todas deslumbrantes:

Será que só eu é que me apercebo que elas estão lindas e maravilhosas porque estão penteadas e maquilhadas por profissionais e vestidas todas piriris? Será que elas não imaginam que chegando a casa e tomando um duche vai tudo ao ar e não há fatiota piriri que as safe, a menos que consigam fazer tudinho como a equipa de produção fez (e que levou 5 horas a fazer...)? Hum?

Mas vá lá...pelo menos uma vez na vida a coisa correu bem, e mesmo sem grandes apetrechos consegui ter um ar, não saído do cabeleireiro, mas decentezinho :-)

P.S. Fui levantar o B.I. e a senhora da caixa disse-me que para levantar o B.I. tinha que ser a própria ou ter uma autorização da própria...Ok...A própria era eu...E a senhora meio desconfiada lá me deu o B.I... olhei para a foto...eh eh eh...pois claro...a foto tinha 3 anos...com mais 13 kilos e com um look totalmente diferente...eh eh eh...

bjs, Framboesa

14 Vou ficar para a história!

terça-feira, 25 de março de 2008

Eu podia bem passar ao lado de uma situação que me aconteceu neste fim de semana...

E até passei, porque coisas para nos moerem o juizo, já se sabe, há mais que muitas, não há necessidade de remoer em contratempos extra (embora eu seja uma remoedora profissional...).

Ora este fim de semana fiz o dito folar...aliás...a massa dava para vários pequenos, mas armei-me em "Xica-Esperta" e fiz três, que resultaram numa amalgama de massa que escorreu por todo o tabuleiro, com dois ovos enfiados lá dentro e noutra amálgama de massa mais pequenita com um ovo a desaparecer lá para o meio. Ficaram uns quadrados enormes!(sim, quadrados...ficaram colados por isso de redondos passaram a quadrados)

(A meu favor posso dizer que os ovos, cozidos com casca de cebola para dar côr, estavam lindissimos...aliás...como se sabe, cozer ovos tem muita ciência e implica grande habilidade e precisão, por isso acho que mereço uma estátua nos Campos Elísios por me ter saído tão bem neste desafio culinário que é ...cozer ovos...)


E lá fiz os folares.E a história acabava aqui porque não quero remoer no assunto.

...

Mas remoí e ainda bem que assim o fiz, porque, depois de bem analisada a coisa de todos os ângulos...posso dizer que estou apenas a um passo de ter o meu nome na história, e até tenho medo de divulgar esta minha ideia publicamente não vá alguém roubar-me a patente...


Ora bem: se o delicioso bolo "Petit Gateau" nasceu de um desastre gastronómico (um ajudante de cozinha serviu um bolo de chocolate mal cozido e a coisa pegou)...se a bela da Sanduiche nasceu por acaso, celebrizando o Conde John Montagu (4º Conde de Sandwich) que comia a carne entre duas fatias de pão e se a Tarte Tatin, só existe porque uma cozinheira se esqueceu do recheio ao lume e teve que por a massa por cima da caçarola (mais um incidente que resultou em bem)

Cof Cof Cof

Tcharan Tcharan Tcharan

Apresento ao mundo a mais recente criação gastronómica:


O Folar Assado por Fora e Cru por Dentro!


Assim á primeira vista parece apenas uma história de folares que correram mal...mas não...trata-se de uma verdadeira obra da culinária que ficará certamente para a posteridade, tal como o meu nome :-)

Repare-se: é um folar com uma crosta crocante e ligeiramente negra, e em contraste, o seu interior está suave como se fosse um recheio...querem melhor?!

A receita...Ora a receita é seguir a receita de folar passo-a-passo, tim-tim por tim-tim e depois por o folar no forno.Mais nada.Fácil 'né?


E agora vou registar a patente :-)

bjs, Framboesa

12 Ar de crescida

segunda-feira, 24 de março de 2008

...E para marcar definitivamente esta viragem na minha vida fui ontem ao cabeleireiro...

Até poderia ser algo de banal se eu não tivesse cortado, não um, não cinco, mas uns 15 dedos do cumprimento do meu cabelo...

Foi uma decisão devidamente ponderada enquanto lavava a cabeça...

-Então o que vai ser?

-Cortar, escadear e esticar...

-As pontas?

-...Hummmm...

Pois sim senhora...cortei dois palmos de cabelo, cerca de 20 centímetros... Fiz uma cabeleireira super feliz depois de me perguntar umas 5 vezes se tinha a certeza (normalmente cortam-se "dedos" de cabelo e não "palmos" de cabelo...eh eh eh) e ainda estremeci com o comentário da senhora que andava a varrer os despojos:

- Ai!!!Eu vou mas é já varrer o chão, antes que a senhora veja a quantidade de cabelo que aqui está...

Dei um olhar de relance aos restos mortais da minha melena, fiquei com um ligeiro aperto no peito (afinal foi uma mudança radical que me destapou as costas por completo...!)...mas depois ...Que se lixe!Tenho que sair da minha "confort zone"!

Hoje ainda me assustei ligeiramente quando me vi ao espelho...Mas respirei fundo e lá fomos nós, eu e o que me resta do meu longo cabelo, prontos para enfrentar o Mundo! :-) ( e poupar muiiiiito em shampoo...e esquecer os rabos de cavalo por uns mesinhos)...

Diz que estou com um ar de senhora...de crescida....xiiiiiiiiii...Será que já me dão 30 anos?! :-)

bjs, Framboesa

8 O Grito da ...Framboesa!

Preciso de implementar hábitos novos...preciso mesmo...
Digo que vou fazer isto e aquilo, que vou fazer mundos e fundos e depois...nada!

Esqueço-me de anotar coisas no filofax, esqueço-me de consultar as coisas que anotei no filofax...e mesmo que consulte, adio para amanhã e depois enervo-me e chateio-me ... e prometo a mim mesma que amanhã é que é mesmo...e tenho a certeza...ok...99% de certeza que vai ser...e nunca é...
Bahhhh...
Mas hoje é mesmo o dia 1 de muitas coisas...
Dizem os estudos que para se condicionarem hábitos precisamos de cerca de 21 dias / 3 semanas...para se ganharem hábitos e para se perderem hábitos...Parece que o cérebro ao fim deste tempo começa a reconhecer o nosso novo padrão de comportamento, repetindo-o inconscientemente e automaticamente...(Existe um
artigo num blog acerca deste assunto, se alguém quiser consultar)

E este é o meu grito do ipiranga...que passa a ser o grito da Framboesa!
Tem que ser!
Tal como confidenciei a uma amiga recentemente, existem dois periodos anuais em que eu dou o grito da Framboesa: depois das férias de Verão, meados de Setembro, na rentrée e por alturas da Primavera, pós-Páscoa.

Da última vez que tomei uma resolução destas, também num período pós Pascal, consegui perder 13 kilos e implementei hábitos desportivos e alimentares que até hoje se mantêm...
Agora tenho que voltar a dar este grito, não só para esta área que corre o risco de descambar, mas também para outras áreas da minha vida!

Já estou farta de adiar tarefas, situações, tomadas de posição!
Farta de não cumprir com o que me prometi e depois sentir-me completamente de rastos e diminuída!De me sentir desorientada porque não consigo dar um rumo ás minhas intenções e ideias...

Não são coisas de extrema importância, mas são coisinhas e tralhinhas que me vão minando a paciência no meu quotidiano...
Nahhhh!
Nahhhhhhhhh!
Stop!

Declaro hoje o Dia 1 do meu Grito da Framboesa!
E nas próximas 3 semanas vou implementar os seguintes hábitos:


- Consultar a AGENDA todos os dias e cumprir o definido
(só em caso de força maior, tipo, invasão alien é que não cumprirei)

-Manter uma ALIMENTAÇÃO saudável e equilibrada
(já passou o Natal, Carnaval, as tapas e a Páscoa...não há mais desculpas)

-DESTRALHAR a casa diariamente
( são só 20 minutos...não custa nada, bolas!)

-Ler os E-MAILS todos os dias e guardar, encaminhar ou apagar
(isto é: não juntar cerca de 200 e-mail para ler mais tarde...)

-Tratar da PAPELADA e tarefas menos interessantes profissionais, logo no próprio dia
(não adiar...não adiar...não...acumular...)

-Por a ROUPA de véspera a jeito e respectivos acessórios
(para não andar 20 minutos de manhã, á pressa, irritada,á procura do outro brinco)


Pronto.
São ninharias bem sei, mas se cumprir tudinho...ahhhhhhhh...já será um alívio para os meus nervos que andam um pouco espicaçados ultimamente...

bjs, Framboesa

Páscoa Feliz

quinta-feira, 20 de março de 2008
bjs, Framboesa

12 Coisas da Páscoa...

Quinta Feira Santa...
E santa porquê?
Porque hoje tenho a tarde livre...
Ok...
Santa porque representa a última ceia de Cristo, que segundo uma notícia que vinha a ouvir hoje na TSF, ocorreu há 2008 anos...o que me deixou intrigada porque:
-Se os anos começaram a contar quando Jesus nasceu...
-Se Jesus faleceu com 33 anos...
-Teoricamente a última ceia teria que ter ocorrido há 1975 anos, mais ano, menos ano...não é?(devo estar a fazer qualquer confusão...)
Estes dias entre Quinta Feira Santa e Domingo de Páscoa, sempre tiveram um significado estranho na minha vida, á pala de ter estudado durante quase 8 anos num colégio católico...
Sabe-se lá porque motivo e porque lavagem cerebral, durante esses anos de criancice e adolescência, os Senhores Padres (vénia) acharam por bem meter na cabeça da criançada que estes dias eram para ser vividos com extremo sacrifício, com muita solidão, penitência e tristeza...
(A bem dizer, os Senhores Padres (mais uma vénia), achavam que todos os 365 dias do calendário deviam ser vividos com muiiiiita humildade, sombriedade e sossego...e nada de mini saias, beijocas em rapazes nem lip-gloss...)
Enfim, durante muitos anos aqui a madame, andava Quinta, Sexta e Sábado, cabisbaixa, forçosamente triste, e a falar baixinho, porque tinha que ser assim, não fosse Alguém lá em cima ficar ofendido...não havia cá música, nem gargalhadas (a muito custo...) nem televisão excessiva (também na altura eram 2 canais, que passavam incessantemente filmes bíblicos e missas...lembram-se?)...e se um rasgo de um sorriso teimasse em sair dos meus lábios, reprimia-o imediatamente, que parecia mal...
É por estas e por outras (muitas outras) que se um dia tiver descendencia, esta não vai pôr os pés em colégios de cariz religiosa nenhum...nah, nah,nah!
É que até aos dias de hoje fiquei com umas résteas dessa necessidade/imposição de estar mais infeliz nestes dois dias...Por respeito...O que, sabendo que tenho a tarde de hoje livre e amanhã é feriado, custa como o caraças!
Além disso..."come'on!"...vá lá...não é como se a gente não soubesse como acabavam as coisas...Jesus ressuscitou!Mesmo em miuda não percebia porque é que tinha que andar desolada com a morte de Jesus, sabendo que no fim de tudo, ele acabou por Ressuscitar!...Todos os anos era assim...!!!Por isso, para quê andar infeliz?!(faz sentido?!)
Mas pronto...apesar de hoje ir laurear e não prometer que isso me vá trazer qualquer transtorno, mantenho a minha tradição pessoal de não comer carne até Domingo...porque os Senhores Padres (vénia dupla a bater com a testa quase no chão) fizeram o favor de nos convencer que toda a carne comida hoje, amanhã e Sábado eram a carne do próprio Cristo...e eu já adulta ainda tenho essa na ideia...bahhh...
De resto não me parece que se vá fazer qualquer tipo de celebração para as minhas bandas...Fora uma tentativa de folar que vou fazer para oferecer...o que em si já é uma grande celebração!Apesar de ser uma "party-lady" por natureza, até fico grata pelos diminutos festejos pascais em nossas casa: evitam-se ovos e amêndoas de chocolate...que fazem muito mal aos dentes...(é só por isso...porque diz que estas guloseimas se comidas na Páscoa não engordam...quem quiser testar a teoria, que faça o favor...)

bjs, Framboesa

9 St. Patrick's pals

terça-feira, 18 de março de 2008



Ontem foi St. Patrick's Day - Dia de São Patrício...

Embora não tenha qualquer significado para nós, é um dia amplamente festejado na Irlanda, até porque St. Patrick é o padroeiro deste país.

Porém, a mim, deambular pela net e deparar-me com as felicitações verdinhas, recordou-me uma fase da minha adolescência.

Durante uns dois ou três anos tive "pen-pals" (correspondentes), de todo o Mundo, mas especialmente da Irlanda e Inglaterra.

Lembro-me de ansiar pelas cartas em resposta ás minhas (sim, porque não havia cá internet nem meia internet, nem messenger nem coisa que o valha...na volta havia...mas não era em nossa casa...).
Falávamos de tudo um pouco, trocávamos fotografias, receitas, autocolantes...E recordo-me da intensidade com que os meus "amigos" viviam o St. Patricks Day...ainda faltava um mês e já os postais e correspondência vinha escrita em verde, decorada com trevos e duendes...
Engraçado,mesmo sendo uma festividade que para mim era totalmente estranha,recebia sempre imensos cartões alusivos ao tema e quando confessava que tal celebração não me dizia nada, os meus "pen-pals" prontificavam-se a relatar-me todas as festas e tradições, todo o folclore que rodeia este dia...E acabei por eu própria ter a iniciativa de lhes desejar um "Happy St. Patrick's Day"...

Era engraçada esta troca de experiências e de cultura...era engraçado como miudos provenientes de países tão diferentes ( como a Jamaica, a Polónia e o Alaska) pudessem ter medos, ambições e sonhos tão semelhantes...

Com o passar do tempo o contacto foi escasseando, até terminar...

Ás vezes penso o que será feito deles...e ontem lembrei-me do Tom, da Lisa, Nora e John, a celebrarem, secalhar já casados, secalhar já com filhos, ou não,...o tão outrora falado St. Patrick's Day...

bjs, Framboesa

15 Raxparta mais a alface!

quarta-feira, 12 de março de 2008

Tenho andado com não sei o quê na digestão...ou no estômago...ou nos intestinos...


Não sei...


Segunda feira acordei enjoada...foi-me passando...mas a dor na área abdominal mantem-se...


Ainda pensei que tivesse a ver com o jantar de Sábado passado e de Domingo:


Sábado:


Chegada ao restaurante pouco depois das 21:30, depois de termos escarafunchado toda a zona á procura de um restaurante que não estivesse a abarrotar de mesas reservadas em homenagem ao Dia da Mulher...


Como já estávamos esganados de fome e a senhora do restaurante disse que era só aguardar 30 minutos, cedemos e esperámos...


...e enquanto esperávamos passavam por nós espetada de rodízio das mais suculentas e aromáticas carnes...


...e enquanto esperávamos, ficámos em frente a um buffet livre, repleto de iguarias gostosas...


...e enquanto esperávamos íamos olhando de relance para as mais de 10 mesas, ocupadas cada uma delas com cerca de 15 senhoras, que não havia meio de arredarem e darem lugar ao pessoal esfomeado, que entretanto já era uma pequena multidão...


...e enquanto esperávamos, as ditas senhoras íam fazendo brindes a isto e áquilo, e quando esperançosamente víamos alguma mesa a pedir cafés, a nossa esperança caía por terra, porque depois do café ainda havia uma dondoca qualquer que retornava ao buffet para encher o prato...


...e enquanto esperávamos passaram-se, 30 minutos, 50 minutos...hora e meia...


Esganados de fome, alambazamo-nos de um pouco de tudo o que havia para comer no rodízio e eu ainda comi dois pãezinhos para empurrar e duas bananas fritas...


Mas não.


Apesar de ter comido num serão mais carne do que comi em dois meses...e ter arrematado o Domingo com uma pizza...nahhh....Deve ter sido da salada de alface que comi ao almoço...uma pessoa tem que se por a pau com os vegetais pah....


bjs, Framboesa

Fim de semana campestre

segunda-feira, 10 de março de 2008

Gosto dos passeios a pé ou de bicicleta, dos filmes vistos na playstation, da água que corre quente, da lista que não há meio de ser feita, dos pássaros ao amanhecer, da "minha" cadeira junto á janela, da relva a perder de vista, das cusquices para janelas alheias, da aurora que nos entra pela janela ás 7 (será mais cedo ainda?!) da manhã...

Gosto de ti!

bjs, Framboesa

12 100 Coisas que me deixam feliz -4,5,6

101 coisas em 1001 dias (continuação)

4

Ver as minhas series preferidas* na tv

*neste momento, "Betty Feia", "Amor no Alaska", "A patologista" e "Donas de Casa Desesperadas" foram outras que vou dando uma espreitadela na Fox...


5

Fazer embrulhos*

*porque quando se oferece um presente devemos também dar um pouco de nós...

6

Pizza

(continua)

bjs, Framboesa

15 E o bife com batatas fritas?!

quinta-feira, 6 de março de 2008

Das duas uma
Ou estou doida...ou para lá caminho...
Não há meio termo...nem volta a dar...
Parte I
A colecta:
  • De há uns tempos para cá dou comigo a colectar tudo o que é receita da net...(que eu de certezinha vou fazer...)
  • Estou subscrita em cerca de 40 blogs de culinária ( eu até desconfio que são mais...)
  • Recebo newsletters de uns 10 sites de culinária...
  • Tenho um blog ao qual só eu tenho acesso, para onde remeto e posto todas as ditas receitas, que me dou ao trabalho de catalogar com etiquetas razoáveis como "aves" e "acompanhamentos", mas também com etiquetas bizarras como "receita especial" ...( o critério para eu achar que uma receita espedcial é levar algum ingrediente que eu chego á conclusão que não existe em portugal, 10 minutos antes de começar a fazer a receita)
  • A quantidade de receitas que eu tenho catalogadas como "try it"( a testar) é tão longa que teria necessidade de fazer uma por dia durante 5 anos...

Parte II

Bolos, Sobremesas e Outras Delícias que a malta de nossa casa não costuma comer

Tendo em conta que eu evito com todas as minhas forças comer sobremesas, bolos e afins, pelo menos em casa...começo a achar estranho ter como meta fazer qualquer coisa desta categoria calórica uma vez por semana...
Porque, se eu não como e o outro comensal lá de casa come um pouco mais que eu...Quer dizer...Como é que se desenrasca o resto da população mundial que faz sobremesas e bolos dia-sim dia-não? Eu até me dou ao trabalho de fazer meias doses, tipo meia-meia colher de essencia de baunilha, meia gema de ovo...
E ontem estive num site a ver se apreendia a metodologia técnica de fazer bolos...Que é como quem diz estive a ter uma aula de química e dei comigo a aprender a diferença entre bolos esponja e bolos de manteiga e porque é que uns se batem mais, outros crescem menos e mais uma quantidade de conceitos que, desconfio, sejam completamente estranhos a qualquer pasteleiro que se preze...
Parte III
E o bife com batatas fritas?
Com a história de experimentar receitas novas, acho que já me esqueci do que é que se comia em nossa casa antes deste meu mais recente "amoque"...Deixou de haver bacalhau cozido com legumes para haver "Bacalhau á Chef Gustav Renhónhó, com batatas flambeadas em crosta de farinha do pará"
E agora...como se não tivesse já uma enciclopédia virtual abastada...também ando a colectar receitas em espanhol e inglês...
Estou doida não estou?

bjs, Framboesa

6 Lembra-te:Chavena almoçadeira=4 doses de cereais

quarta-feira, 5 de março de 2008


Ahhhhhhhhhh!


Já acabou a dita dieta, ontem ...la la la...não é bem "la, la, la" porque na verdade eu adorava jantar salada e cereais...pelos cereais, pois claro...e o dito kilo e meio já foi passear para outro território, que não o meu território!


Agora a ver se atino e não me atiro de cabeça á primeira montra de pastelaria que me apareça pela frente...


Uma coisa aprendi: uma dose de cereais não equivale a uma chavena almoçadeira cheia de cereais até transbordar que nem pacote de pipocas do cinema...E sabe-se lá porquê...sacia-me tanto a dita tigela cheia como uma meia tigela...estranho né?


bjs, Framboesa

8 Sentir-me viva

Ontem enquanto fazia zapping ao serão (como não tenho piano tenho que exercitar os dedos em alguma coisa...) parei no People n' Arts e vi um pouco do programa Extreme Makeover Home Edition...Gosto de ver este programa, de toda a dinâmica da equipa e especialmente dos resultados e normalmente fico sempre a pensar nas casas que eles modificam totalmente, nas decorações fantásticas e a fazer "bah e mais bah" para os meus cortinados da sala e cristaleira...

Desta vez não foi a casa recentemente remodelada que me ficou na ideia.Foram as pessoas por detrás da casa.


Uma família feliz, um casal jovem com filhos pequenos, ainda a construirem o seu lar, que se vê de um momento para o outro na terrível situação de enfrentar uma doença incurável. A esposa/mãe acabou por falecer e a ideia seria criar a casa familiar com que ela sonhara.


A melhor amiga desta mulher queria ilustrar o quanto ela era uma pessoa especial e mostrou á equipa imagens do seu recente casamento, de há apenas dois meses em que a tal senhora dançava, ria, de um modo tão iluminado e bonito...

Nessa altura, ela já sabia que não lhe restava muito tempo de vida e no entanto estava ali a expressar-se pela dança, pela alegria...Tal como a equipa de decoração comentou, houve uma altura em que ela abraçou a noiva, a sua melhor amiga, tão, mas tão fortemente e era tão triste pensar que aquele abraço era como uma despedida e acima de tudo uma ironia do destino:a noiva começava uma vida nova e a amiga despedia-se da sua vida...


Fiquei muito comovida.


Não quero sequer imaginar o que será sentir que temos que nos despedir da nossa vida...Não é algo pelo qual alguém devesse passar um segundo que fosse...Senti um aperto enorme ao vislumbrar apenas por momentos, que eu tivesse que me despedir do meu querido marido, da minha família e amigos e de tudo o que de maravilhoso a vida me dá todos os dias...E mesmo as coisas menos boas...O que seria de mim se tivesse que me despedir de tudo isto, sem direito a retorno?


Fiquei com isto na ideia e senti-me muito grata e com um poder enorme...com as baterias recarregadas e com a sensação que cada minuto que tenho deve ser absorvido...Sei que parecem clichés...mas senti mesmo isso...senti-me tão, tão viva!...

bjs, Framboesa

16 Fim de semana de queques

segunda-feira, 3 de março de 2008
É lendária a minha atrapalhação com pastelaria e afins...e não estou a falar com a minha atrapalhação quando vou a pastelarias e tento sentar-me de costas para as montras recheadas de pastéis de nata, bolas de berlim e compahia...estou mesmo a falar com a minha atrapalhação em fazer sobremesas e demais produtos de pastelaria...

Este fim de semana tentei fazer uns queques de cenoura que me pareceram prefeitos...tirei a receita de um excelente Blog Culinário que visito assiduamente.

Lá tentei fazer os ditos queques de cenoura...mas não sei que voltas dei, ficaram muito baixinhos...cheia de fé voltei a repetir a receita...e mais uma vez saíram baixinhos...estavam muito gostosos, lá isso estavam...mas não tinham aquele alto no meio, tipo inchaço, característico dos queques...:-( E não tem nada a ver com a receita, em cuja cozinheira confio totalmente...tem a ver comigo mesma! Eu nem digo que blog é, para não ficar a ideia que as coisas de lá não resultam, o que seria uma injustiça :-S

Fiquei tão, mas tão esmorecida, e nem um Fudge de Chocolate que fiz ontem de manhã para esquecer,me tirava os queques da cabeça...

Quando estas coisas acontecem (leia-se...sempre...) o Mike lá me dá uma forcinha, diz que se eu não soubesse cozinhar é que era mau, mas sabendo cozinhar, que interessam lá as sobremesas ou os bolos...Até é capaz de ter razão, mas quando eu descubro que não sei fazer qualquer coisa que para o resto da população mundial é básica...fico com o ego tão, mas tão em baixooooo!

Depois de remoer no assunto o dia todo, lá fiz uma terceira tentativa (haja farinha e ovos...e paciência...)...E desta vez fiz uma receita simples que tirei do Blog Carpe Diem, sem fruta nem vegetais nem nada de nada que pudesse desorientar-me a atenção da farinha, manteiga e ovos...um tira teimas para ver se o meu humor melhorava até ao fim de Domingo...

E desta vez resultou...Fiquei tão feliz...até dançariquei em frente ao forno...anotei tim-tim por tim-tim o tempo que pre aqueci o forno, a temperatura exacta, o programa em que coloquei os queques...parece minhoquice mas para a coisa ter dado certo, tinha mesmo que ficar com estes dados preciosos...E aqui estão eles todos felizes (tal como eu)



A receita está aqui, fiz meia receita que rendeu 10 queques gordos, segui as instruções todas da Carla, excepto na parte das gotas de baunilha que substituí por raspas de limão.

Depois de meditar sobre o assunto e ler alguma literatura alusiva (sim...eu fartei-me de remoer antes e ainda tive que meditar depois...), cheguei á conclusão que os queques de cenoura ficaram como era suposto ficarem: húmidos...parece que isto acontece a bolos que levam fruta ou vegetais...eh eh eh...o que eu me arreliei pah...maçarica..eh eh eh...

Update:os outros queques foram direitinhos para casa dos papás...não, não nos alambazamos com eles Luazzinha Maria!



bjs, Framboesa