Pilares da minha vida

quinta-feira, 24 de julho de 2008
Quando fiz a agregação à Ordem, estava muito nervosa...muito mesmo. Na véspera o meu coração batia tanto, que a minha mãe chegou a ficar preocupada, não me fosse dar qualquer coisa ruim...Tinha um medo irracional de falhar...

No dia da agregação passei antes pelo escritório onde estava a fazer o estágio, em Lisboa, e quer os meus colegas estagiários, quer os advogados e administrativas, foram super meigos comigo, e deram-me imenso apoio quando me viram a tremer que nem varas verdes. Ficar-lhes-ei eternamente grata.


Fiz a prova oral e passei, graças a Deus...graças a muitas (muitas) horas de estudo, e graças também ao apoio dos meus pais, sogros, amigos e do meu marido que pacientemente me ajudou e acompanhou em serões intermináveis a desfolhar livros e códigos ...(Amo-te tanto)


Sem eu saber os meus pais foram ter ao local onde fiz a agregação.Estavam lá fora á minha espera quando saí, aliviada...


Mais tarde a minha mãe contou-me:


O teu pai sugeriu que fossemos ter contigo a Lisboa, para te apoiar quando saísses do exame...Eu ainda hesitei; se passasses seria uma festa, uma celebração...mas tinha receio que as coisas não corressem pelo melhor e não te sentisses bem com a nossa presença...mas o teu pai não recuou um centímetro:



" Vamos lá ter com ela corra como correr...se correr bem, podemos celebrar com ela; se não correr bem, estamos lá para a apoiar com a mesma força...ela é nossa filha, aconteça o que acontecer...e vamos estar orgulhosos dela em qualquer circunstância..."



Esta sempre foi a sua postura.

Eu também tenho muito orgulho deles...sempre.


*Amo-vos!


bjs, Framboesa


11 zum-zun(s):

Cláudia Says:
24 de julho de 2008 às 15:38

É tão bom quando temos apoio daqueles que mais gostamos :)


Beijinho

Luazzinha Says:
24 de julho de 2008 às 16:12

ui miga sentir um arrepio ao ler o teu post... um arrepio daqueles que coloca os pelos dos braços em pè :)
Com uma familia assim que precisas mais? nada! sao realmente um pilar excelente e que fazem de ti a pessoa excelente que és :)
e por isso tb sente se a tua felicidade e a tua alegria!
bjs com carinho

Anónimo Says:
24 de julho de 2008 às 16:37

Os pais são tudo.
Fiquei toda arrepiada mas ao mesmo tempo tão feliz quando acabei de ler o teu post.
É tão bom sabermos que se precisarmos eles estão SEMPRE LÁ para nos apoiar.
Nunca precisei de dizer ó pai ou ó mãe eu preciso de ajuda, eles sabem quase que primeiro do que eu, que vou precisar de ajuda.
Tive problemas graves à 2 anos(com o T.) e agora este ano com o que me aconteceu e se não fossem eles eu não sei se aguentaria.

UM OBRIGADA AOS NOSSOS PAPÁS

Beijocas Arminda

Luna Says:
24 de julho de 2008 às 21:47

é mto bom contar com o apoio de quem acredita em nós, especialmente em momentos como esse em que estavas cheiinha de nervos e com medo que algo n corresse bem... felizmente que tudo correu pelo melhor, e a celebração deve ter sido óptima! Sabes, na altura eu gostaria de ter contado com gestos assim, desses, expressivos, dos meus...

Beijinhos

Alexia Says:
25 de julho de 2008 às 11:11

caramba amiga aqui não dás hipotese de eu soltar a maluca...

que coisa linda este teu texto, o teu pai alguem especial

beijos hoje para ele por ser assim :)

Queruby Says:
25 de julho de 2008 às 11:31

Parabens sra doutora :)
E tão bom ter assim uma familia que nos apoia e que esta presente quer nos bons quer nos maus momentos :) aprobveita ao maximo querida :)

Bom fim de semana

Beijufas

carol Says:
25 de julho de 2008 às 14:53

quando acabei o curso... última oral... tinha um príncipe à minha espera para jantar ;)))

A agregação... dessa escapei ;)... estava em Porto Rico quando recebo um sms depois de terem saído as notas há 3 dias... de uma amiga a dar os parabéns porque dispensei... weeeeeeeeeeeeee!!!
E comigo estava... um príncipe!

QUero ser uma mãe como os teus pais foram para ti... os meus... apesar de felizes (claro!) não têm essa forma de demonstrar ;o)

Beijos sem anonimato ;o)

PS o que é que deu à outra para fechar o con"b"i"b"io?!
Logo abraço-te ;)

Magui Says:
25 de julho de 2008 às 15:30

As pessoas que tem a sorte de testemunhar esse apoio sabem tão bem como eu q é muito bonito... O teu Pai é 1 GD SENHOR e eu admiro-o muito por toda a sua postura perante a vida... Obrigada Sr. L.
A D. M é o miminho em pessoa.. a ela deve o chá calmante de muitas conversas... Tenho saudades do Seu Polvo.
Um beijinho grande aos 2.

AnaLua Says:
25 de julho de 2008 às 15:50

muitos parabens linda:)
(nao sabia que es advogada!!!)
sei bem o nervoso da agregaçao, a minha ainda me esta fresquinha lololol
muitos bjinhossssssss

turbolenta Says:
25 de julho de 2008 às 16:55

Assim é que deve ser. Os pais devem apoiar sempre os filhos,tanto nos bons como nos maus momentos.
Dias e factos como este que "contaste" são sempre lembrados, por muitos anos que vivamos. São momentos marcantes, que nos deixaram boas recordações e as portas abertas para um futuro risonho, pois um curso é a "melhor herança" que quaisquer pais podem deixar a um filho.
A eles compete dar-nos "as ferramentas". A nós sabermos aproveitá-las e utilizá-las da melhor maneira.
Por isso: 6 anos de parabéns.!
bjs
bom fim de semana

Blue Angel Says:
28 de julho de 2008 às 16:01

A família é para os bons e os maus momentos! Principalmente estes últimos, onde estamos mais frágeis e vulneráveis!

Um beijo

Nivea