Entrevista com uma...Framboesa

segunda-feira, 7 de abril de 2008


Eu na verdade queria mesmo era dar uma entrevista a respeito do registo da patente do meu "Folar cru por dentro, queimado por fora"...


Mas como ninguém se chega á frente para me fazer a dita entrevista, e enquanto não sou famosa, a Sarapática passou-me um questionário com um tema um pouco diferente (e não vou receber nenhum cachet por responder, vejam só como estou generosa)...


Como me parece que as questões dão azo a muita divagação...vão buscar pipoc...maçãs, refastelem-se no sofá, e preparem-se para muito bla,bla,blaaaaa...sim, que quando eu começo a falar nunca mais me calo...irra!


a. Qual seu apelido?
...Framboesa...

b. Qual sua altura?
1,65 m

c. Qual seu peso actual? Coloque a data de hoje.
07/04/2008
Ora bem...não vou dizer qual o meu peso actual, mas posso dizer que tenho mais 2 kilos que o meu peso ideal.

d. Qual o maior peso que você atingiu? Com quantos anos? Como era sua vida nesta época?
67.5 kg
Com 28 anos
Tinha um guarda roupa com dezenas de fatos...e só conseguia vestir dois pares de calças...praia só com pareo...jeans era coisa para se usar com blaser...aliás...tudo era usado com casaco;
Comia bombocas regularmente (uma caixa dava para 2 dias...)ás escondidas, pois claro, porque já estava farta de sermões...
E pão, muito (muito) pão...
Exercício era algo que me deixava de rastos mesmo antes de começar...a minha bike servia para pendurar casacos...
E como vaidosa que sou andava amargurada com tudo e todos, sem confiança nenhuma em mim...

e. Qual o menor peso que você atingiu após adulta? Como?
51.5 kg
Com muita mingua e estupidez natural...
Foi uma fase mais estranha da minha reeducação alimentar...passei o meu peso alvo e continuei a descer...

f. Quando iniciou seu blog?
26 de Abril de 2005, mas nada teve a ver com a perda depeso, até porque na altura já me estava a conformar com as minhas banhas...

g. Quando você iniciou a reeducação alimentar? E o que te fez iniciá-la?
Fim de Março de 2006

O que me fez inciar a reeducação alimentar foi aperceber-me que ninguém iria ser mais saudável e despreocupada por mim...tinha que ser eu a fazer qualquer coisa...Foi dizer em voz alta: "Eu como porcarias às escondidas"...Foi cair em mim, e em vez de dizer que estava avantajada e que era coisa passageira, assumir que estava gorda, gorda como as gordas que eu vía a passar por mim na rua, e que mesmo que não me sentisse assim gorda...estava sim senhora:a balança,a roupa e o espelho não mentiam!

h). Tem alguma foto da época do inicio de seu processo de reeducação alimentar?
Tenho, mas não propositadamente, até porque cheguei a um ponto que só tirava fotos que me favorecessem minimamente...Como fui de férias em Dezembro,mesmo antes de começar a reeducação alimentar e mudança de estilo de vida, tenho umas de biquini, que felizmente escaparam á chacina das fotos de biquini...porque são "belissimos" exemplares do "antes"...

i) Quanto você pesava no inicio da RA? E qual a sua meta?
No início da minha R.A. pesava + - 67.5 Kg, todos localizados nas pernas e arredores...
Tinha duas metas...até ao fim de Maio sair da casa dos 60 kg
E depois até ao meu aniversário (Agosto) chegar aos 56 kg.
Achava que perder 10 kilos era algo tão longinquo e inatingivel, que dividi a meta em dois, para não me decepcionar.
A primeira meta atingi mais ou menos dentro do estipulado; A segunda meta atingi antes do estipulado.

j) Como é sua RA?
Ora muito bem...isto dava para fazer uma telenovela...E tenho que confessar que nos ultimos tempos descambei um pouco...Mas já retornei á alimentação saudável e isso sabe-me mesmo bem!

No início comecei a cortar tudo e mais alguma coisa...cheguei a não comer quase hidratos de carbono nenhuns...depois, lá fui a uma nutricionista e fiquei encaminhada...

A minha reeducação alimentar, acaba por ser comer saudavelmente, sem exageros, por excesso nem por defeito.

Tomo todos os dias o pequeno almoço...é-me impossível não o fazer, até porque não como muito antes de dormir,só uma bolacha ou meio copo de leite, por isso estou cerca de 10 horas sem comer;o meu organismo pede comida logo de manhã.
Todos os dias como 3 porções de fruta.
Como pão todos os dias. Nos últimos tempos tenho exagerado mas agora estou a atinar e como em média uma fatia de pão por dia, de preferencia integral, de mistura ou de cereais.
Como arroz/batata/massa, todos os dias mas em doses muito pequenas, e normalmente só ao almoço.
Como legumes/vegetais todos os dias: enchem, fazem bem, mantèm o intestino a trabalhar e o estomago ocupado para não o irmos ocupar com porcarias...
Como carne ou peixe todos os dias, ou então produtos de soja.Tenho dado preferencia ao peixe ultimamente.
Como sopa praticamente todos os dias ao jantar, ou então uma salada farta, que acompanho com uma dose mais pequena de carne/peixe/soja.
Não bebo alcool nem refrigerantes.

Não como fritos, a não ser muito de vez em quando, e em doses reduzidas, tipo para petiscar/beliscar.
Bebo e como lacticinios magros (porque não gosto dos outros...yes!)
Uso azeite, vinagre de frutos e ervas para temperar.

Como sobremesas e doces em doses mais pequenas...aliás...foi a história de não o ter feito nas ultimas semanas que me descarrilou a coisa!!!!
E é isto.

Não é nenhuma novidade nem nada transcendental!...( a menos que se esteja em TPM, mas isso é outra conversa...)

l) Quais foram os momentos mais difíceis?
Os momentos mais dificeis foram-no por razões muito diferentes...em fases diversas...
Os primeiros momentos dificeis, foram no inicio, quando nada acontece, quando uma pessoa pesa menos mas a roupa continua a apertar, quando temos duvidas quanto ao futuro, se vamos comer sempre assim, se nos vamos esfalfar sempre assim, se vale a pena...

Depois tive momentos dificeis, mas que foram muito pessoais, daqueles que só quem passa por eles pode dar o devido valor e compreender a sua dimensão...isso sucedeu quando depois de atingir a minha meta em termos de peso e ter perdido um pouco mais, comecei a ter um pânico enorme de voltar a engoradar...estava a ter um medo de que qualquer coisa que comesse me engordasse instantaneamente...mesmo irracional este receio tomou conta de muitos aspectos da minha vida, preocupou muitas das pessoas que me rodeavam, desencadeou problemas de saúde e felizmente levou-me a ter consultas com uma nutricionista, que me encaminhou novamente :-)

A manutenção do peso, também tem fases muito complicadas, acima de tudo porque uma pessoa perde um pouco o rumo para uma meta e depois não sabe muito bem como agir... por outro lado custa muito mais perder 1 kilo, quando não temos muito a perder, porque o corpo simplesmente não permite que a gente perca esse peso...


m) Quais os momentos mais felizes durante todo o processo? Tem fotos deste momento???
Houve muitos momentos felizes! Há sempre :-)
Ir á praia sem ter que me esconder...usar calças de ganga...ouvir elogios e piropos (ora bem!)
Mas acima de tudo, foi a tremenda confiança que nasceu em mim, não por ter perdido peso, ou seja, não por ter uma figura que me agradava, mas porque tinha conseguido atingir algo que me parecia impossível...Fiquei muito, muito orgulhosa de mim e senti que se conseguia perder peso, conseguia tudo!

n) Quais os artifícios "extras" que você utiliza no seu processo?
As fotos do "antes" :-)
Faço 35 a 50 minutos de bike, conforme o tempo que disponho, 3 ou 4 vezes por semana.Quando posso faço caminhadas.Bebo muita água (com mais calor, bebo mais de 2 litros, á vontade).
Ponho creme de celulite de manhã e á noite, mesmo não notando nada, cheira bem, fico com a pele bonita e nutrida, e fico com a consciencia mais leve.


o) Já tomou remédio para emagrecer? Como foi?
Não, não tomo, nunca tomei...
Primeiro porque não acredito nas suas vantagens.
Segundo, porque mesmo que resultem têm que ter efeitos secundários, porque para resultar têm que mexer muito profundamente no organismo.
Terceiro, porque quando os deixasse de tomar tudo voltaria atrás, e eu não quero ficar dependente de medicamentos, mesmo os chamados "naturais".
Quarto, porque se emagrecesse á conta de medicamentos, iria ter sempre a sensação que não o conseguiria fazer por mim, e por métodos normais e saudáveis...e a confiança que eu adquiri, vale tanto quanto o peso que perdi, por isso nunca permitiria que algo abalasse este meu processo.

p) Qual o exercício físico que você mais gosta de praticar?
Adoro andar de bicicleta estática, em frente á tv, a ver as séries da FoxLife...e também mini-stepper...
Gosto de dançar ( é exercicio?) e gosto de fazer caminhadas.
Adorava quando há uns 6 anos andava no kick boxing...mas infelizmente mudaram os horários, mudei de emprego, e não voltei a fazer...
Não gosto de nada que tenha a ver com água...

q) Qual o seu maior conselho para as amigas blogueiras?
Não sou ninguém para dar conselhos...emagreci apenas 13 kilos, e recuperei 3 dos ditos (que estou a eliminar...espero eu...), mas acima de tudo :Não desistir ...esta frase vale por tudo...

Quando comecei a tentar emagrecer, fiz numa de desafio...Disse para comigo mesma: se eu fizer tudo direitinho e resultar, vou dar a mão á palmatória...mas se não resultar, estão todos enganados e eu é que tenho razão...
Então fiz tudo direitinho pacientemente durante cerca de 3/4 semanas...e comecei a ver resultados ao fim desse tempo...

Acho que o maior problema é sempre começar, porque as pessoas querem resultados rápidos...mas as coisas não funcionam assim...não se pode ter o espirito do tudo ou nada!Não se pode dizer:"Se eu não emagrecer em duas semanas não vale a pena"...é um engano...tem que se saber esperar, tem que se respeitar o ritmo do corpo...
Além do mais muitas vezes leio:"Não emagreço...mais vale desitir"
Mas desitir do quê?
Desistir de ser mais saudavel?É?
Porque se uma pessoa diz que vai desitir, quer dizer que vai voltar a velhos e maus hábitos...Como que a dizer, como não consigo ser elegante, vou ser gordo/a e sem saúde...
Não pode ser...

Uma coisa é certa, se não forem vocês a fazer isso por vocês...mais ninguém o fará...podem culpar as lojas de roupa cujos modelos mais giros são todos de n.ºs mais pequenos, podem culpar as magras, porque são magras, podem culpar a vossa familia e amigos, porque comem o que querem e não engordam...mas se não fizerem nada, salvo excepções relacionadas com saúde, as consequencias são só dos vossos actos e omissões...

r) Se você pudesse entrar numa máquina e sair com o corpo dos seus sonhos, que corpo seria este?
Hummm...com menos rabiosque e mais maminhas...pode ser? Ahhh... e também não queria ter que fazer depilação, e não queria ter herpes nas situações mais parvas...(já que estamos a pedir...)

bjs, Framboesa

10 zum-zun(s):

Querubina Says:
7 de abril de 2008 às 11:52

Ola minha querida isto e que foi uma entrevista, lol

Gostei do que li.

Desejo-te uma excelente semana.

Beijufas de Luz!!

carol Says:
7 de abril de 2008 às 12:19

Li tudo atentamente... e retive em especial a noção de equilibrio que é preciso ter...
Sempre fui magra... comia doces para engordar... e hoje... tento emagrecer e tenho colesterol... LOL
Continuo magra... mas não tanto quanto gostaria ;o)
O corpo ideal.. essa dos pelo estou a resolver... com grande resultados... menos rabo e mais maminhas sercia para aqui... lol

Beijos estéticos

Luazzinha Says:
7 de abril de 2008 às 12:20

gostei da tua entrevista :)
vindo de ti so podia ser muitos e bons conselhos :)
bjs com carinho
Boa semana com mts sorrisos e mt luz

Sarapatica Says:
7 de abril de 2008 às 12:54

:) tagarela....qb mas li tudinho atentamente...és uma nina inteligente, lutadora e sortuda...essas dos pelos não me lembrei mas de facto dava um jeitaço...não k tenha muitos muitos, mas é uma seca ter k tirá-los, dispenso...uma beijoca e boa semanita, sem doces :)

Ana Garras Says:
7 de abril de 2008 às 14:05

Se houvesse transplantes de mamas eu seria a excelente candidata para doar o suficiente para 3 pessoas :)

eu Says:
7 de abril de 2008 às 14:08

eh p n imaginava q fazias gym!!mto bem! manda la uma foto das antigas p ver ehehe sou tããããão cuscaaa!! bjks ah ja viste a tua receita q pus no meu site de receitas? mas esta indicado q é tua

karoxinha Says:
7 de abril de 2008 às 16:32

Olá

li tudinho tudinho...

e sabes o que realmente custa é começar.. e quando estamos em TPM, meu Deus, apetece mandar tudo às favas...

gostei dos teus conselhos... vou seguir alguns... :D ... o meu problema é sempre o pão... bolas não há nada q me engorde mais que o pão... irra...

bjinhos karinhosos mto light
karoxinha

turbolenta Says:
7 de abril de 2008 às 18:35

LI.
Engraçado que a teoria seu eu toda de cor. Falta-me o resto!
A força de vontade. A paciência.Uma atitude constante e continuada.
Tudo serve de pretexto para "infringir" os fins em vista...Cota sem juízo é o que eu sou!
E....como burro velho não aprende línguas..... nada a fazer!
Vou......
Fechar a janela que está cá uma trovoada...e que grande carga de água.....tchi......tchi...ena tanta!
boa semana menina ajuizada.

Estela Says:
7 de abril de 2008 às 22:58

Olá!
É bom conhecer-te um pouco melhor...e saber, como já calculava, que és uma pessoa sensata e decidida!
Parabéns!

Beijinhos

Anónimo Says:
8 de abril de 2008 às 12:30

Oi
A entrevista realmente foi um bocadito longa, mas com muita sabedoria e bons exemplos.
Gostei de saber um pouquito mais de ti.
Um beijinho muito grande
Arminda